Vem cá, acho a gente precisa muito conversar. Ontem eu percebi que posso ter agido sem pensar e tratei de te julgar como se você fosse a pior coisa do mundo, mas eu sei que você não é, que tem insistentemente tentado provar e eu boba, fecho os olhos, bato o pé e te chamo de mau, cuspo na sua cara e saio por aí espalhando como fui vítima de suas conspirações mirabolantes. Me desculpa, mas nós precisamos concordar que com você nem tudo são flores, e reconheça que há muito já me magoou sem necessidade, daí então estaremos prontos para começar do zero. Te darei uma chance de ser legal, bonito e leve comigo, e prometo que paro com essa bobagem de te difamar por aí. Vamos acabar com essa briga, todo ano você chega e eu me sinto febril, não tenho mais motivos pra me sentir assim, a culpa não é toda sua abril.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s