Fechei a janela e deitei, tentei de todas as maneiras encontrar o abismo onde me perdi dentro de tudo isso. Você continua me perguntando o motivo de estar assim tão ausente, pergunta onde é que está afinal o meu olhar que encara o horizonte. E eu não sei, não sei e não quero mais responder nada, porque eu estou soando forçada e você está soando chato demais. Não quero pensar nos motivos que me fazem olhar pra longe. Deixa passar, me deixa ir onde meus olhos não conseguem alcançar, não adianta cercar nada por aqui.
Eu já sou grande demais pra amarrar uma corrente em mim só por ainda me desejar por perto.  Ando distante sim, mas não se preocupe. Eu tenho andado é distante de mim

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s