Não sei como começar falando sobre isso, então serei direta… Me sinto tão só e não me entenda errado, não há meias palavras no que eu digo. Falo isso com cada sílaba, cada letra e todos os significados possíveis, eu-me-sin-to-só.
Agora as pessoas falam de amor e me ferem tanto, sinto uma vertigem quando o final feliz dos filmes parece rir da minha cara e da minha vida amorosa falhada. Me sinto só. Mas o medo de me entregar é tão grande que você iria achar patética a forma com que ando fugindo das pessoas ultimamente, você diria que já fui mais forte não é meu bem? Mas é isso que você fez comigo, é isso que você me tornou, uma mulher com medo de amar. Vê se pode, estou com medo de me encantar com alguém, eu estou com medo de me entregar, de me doar e acabar me sentindo só novamente, porque as pessoas partem não é? E eu, fico sempre encantada com tudo e morrendo de saudades.
Sinto-me só e estou implorado por algum tipo de cura & salvação, daqui a pouco estarei apelando para qualquer principe fajuto que aparecer, não quero chegar a decadência, mas sentir-se só, querer ser amada e fugir do amor chega a ser tão ridículo que principes and happy endings não me parecem tão ruins assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s