Ela punha a faca na boca, cortando-a, com um sorriso de dar gosto, como se quisesse e fizesse isso unicamente para me perturbar.
Meu deus! Porque? O que eu havia feito? Não bastava eu ter que aguentar isso uma vez? O que ela queria? Trazer suas lembranças de volta, encher minha mente de novo? Deus! Afinal, o que eu havia feito? A faca a janela, algo mais? Tem algo mais a tentar? Pois se tiver, avise, assim tento me preparar para mais uma noite de pesadelos. Obrigada Suzana, aliás, não volte sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s