Enquanto atravessava a rua, em minha direção vinha o ônibus feito bala, fazendo me diminuir o passo por um segundo como uma decisão suicída. Mas logo com o coração acelerado, pulando pela boca, eu já me encontrava com o primeiro pé sob a calçada, prestes a colocar o outro e sentindo o vento do ônibus passar por trás de minhas costas. Um único segundo de indecisão, a decisão pseudo-inteligente…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s