Mantinha os olhos fechados por causa da luz, algumas vezes em tentativas inúteis os abria, mas tudo continuava claro demais, não era sonho, era lúcido demais, real demais, dolorido demais, afinal, se fosse um sonho ela já teria acordado, sempre dizem que nunca se morre em sonho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s