Com o passar do tempo algo em mim se torna pesado demais para suportar, vai crescendo, vai doendo, e amassando minha alma e corpo com extrema força, algo em mim está me tornando humana, me fazendo gritar, sentir e me fazendo sufocar qualquer sentimento digno de pena.
Algo em mim teima em me fazer acordar, teima em fazer meu corpo queimar e com o passar do tempo, algo em mim vai tornando mais fácil caminhar, respirar, vai tornando real e vai fazendo com que cada pedaço do corpo descongele e sinta,  há algo em mim, algo que cresce, algo que esquenta, queima, e que anima meus dias, há algo que se eu soubesse o que é, diria que é amor.  Mas é apenas um palpite.

Anúncios

2 Respostas para “

  1. Muito lindo Júlia !!! *–*
    Espero que, se for amor, você aproveite esse sentimento. Porque ele pode queimar, ele pode doer, ele pode crescer e até mesmo esmagar… Mas é bom demais! :D

    Parabéns pelo blog…
    Vou acompanhar!

  2. Bru! brigadaa :D acho que é amor sim *-*
    ashushaushausa, espero que continue gostando do blog (:

    beeijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s